OS CONTOS DE FADAS

04/12/2020

"Os contos de fadas não informa as crianças da existência de dragões. Elas já sabem disso. Contos de fadas informam as crianças de que os dragões podem ser derrotados."- Sociedade Chesterton Brasil.

Não, os contos de fadas não são mentiras.

Os contos de fadas são símbolos assim como as palavras ou como as placas de trânsito. Nós precisamos dos símbolos não só para que nos comuniquemos uns com os outros, mas também para que nos comuniquemos conosco mesmos.

Sem símbolos não conseguimos pensar. Há realidades fáceis de serem simbolizadas. Mas há, contudo, certas coisas sobre as quais não podemos pensar só nos apropriando dos símbolos simples como uma só palavra, uma só figura, uma só comparação ou outra figura de linguagem. Há certas coisas que, para que entendamos, são necessárias histórias, dragões e heróis.

Precisamos saber que “naquele tempo” determinado herói tinha de enfrentar muitos dragões todos os dias.

Dragões grandes, pequenos, fortes, fracos... Todo dia havia um dragão para ser vencido, mas algumas vezes surgiam dragões aterrorizantes. Dragões que pareciam ser impossíveis de serem vencidos.

 

Dragões que faziam com que o nosso herói ficasse abatido e sem esperança. Para derrotá-los era necessário muito treino, força, coragem e muita nobreza.

 

* O que movia o coração do nosso herói era o amor pelos seus. O amor pela sua família e pela vila em que morava. Com muito esforço e dedicação esse jovem herói conseguia vencer os dragões, salvar a sua vida e, com isso, também salvar todos que estavam ao seu redor.

* Todos os dias temos de enfrentar os nossos dragões. Nós até sabemos que eles existem, mas nem sempre temos coragem de enfrentá-los ou, pior, não sabemos que podemos derrotá-los.

 

Quem poderia, em sã consciência, dizer que essa história é uma mentira? Dizer isso seria negar a sua própria existência. É por isso que os contos de fadas não existem, eles simplesmente são. E são em todos os dias das nossas vidas.

 

Vivamos, portanto, heroicamente. Tendo noção de que, sim, dragões existem e que, sim, podem ser derrotados.

1/1